https://i0.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/05/CIB-1.jpg?resize=1200%2C400&ssl=1
Saúde

Gestores se reúnem para definir ações relacionadas ao Sistema Único de Saúde

Da Redação
21.05.2019 8:30
Atualizado 21.05.2019 às 8:33

O secretário de Estado da Saúde, Alysson Bestene, participou nesta segunda-feira, 20, da primeira reunião de 2019, da Comissão Intergestores Bipartite (Cib), que reuniu secretários de Saúde de vários municípios acreanos.

Durante o encontro, realizado no auditório da Secretaria de Estado da Saúde (Sesacre), os gestores discutiram temas importantes relacionados à saúde dos municípios, sempre com foco na melhoria do atendimento à população.

Durante o encontro, os gestores falaram da importância do trabalho em conjunto (Foto: Assessoria Sesacre)

“Tenho certeza que todos temos o mesmo objetivo que é oferecer um atendimento de qualidade para a nossa população. Queremos unir forças e melhorar a saúde do nosso estado. Aqui o que mais interessa é o bem comum. Juntos vamos buscar alternativas para solucionar os problemas e ações que fortaleçam toda rede”, destacou Bestene.

O presidente do Conselho dos Secretários Municipais de Saúde do Acre (Cosems) e secretário de Saúde de Sena Madureira, Daniel Herculano, ressaltou a importância do encontro, afirmando ser uma oportunidade de troca de experiências, mas também de busca de soluções para os problemas.

“A comissão reúne os secretários municipais e os gestores estaduais. É a instância colegiada que no âmbito do Sistema Único de Saúde pactua o processo de gestão nos níveis estadual e municipal. Aqui definimos estratégias de hierarquização e execução das ações e serviços, criando mecanismos institucionais para o fortalecimento da capacidade de gestão”, explicou.

No encontro, o gerente do Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos (Dafi), órgão ligado à Sesacre, Marco Aurélio Nogueira da Silva, apresentou o “Projeto Medicamento em Casa”, que irá beneficiar idosos e pessoas deficientes que têm dificuldades de se deslocar de casa até o Centro de Referência de Medicamentos Especializados (Creme).

“A intenção é que eles recebam os medicamentos, sem qualquer custo, via Sedex, ou pelo sistema de correspondência conhecido como ‘aviso de recebimento’, também chamado de A. R”, informou.

Mais notícias