https://i1.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/03/WhatsApp-Image-2019-03-27-at-16.18.34.jpg?resize=1072%2C400&ssl=1
Governo

Gladson Cameli discute alianças para o estado do Acre com o governador do Distrito Federal

David Casseb
27.03.2019 14:54
Atualizado 27.03.2019 às 16:17

O governador Gladson Cameli se reuniu na manhã desta quarta-feira, 27, no Palácio Buritis, em Brasília, com o Governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, para discutir os pormenores do projeto de reforma da Previdência e suas consequências favoráveis ou desfavoráveis para os Estados brasileiros, em especial os de menor potencial econômico, como o Estado do Acre.

Na reunião, em que participaram também o representante do Acre em Brasília, Ricardo França e o secretário Estadual de Planejamento, Raphael Luiz Bastos, foram discutidos os principais pontos da reforma administrativa, com o apoio do Governo federal, tema recorrente pelo ministro Paulo Guedes. Diversos pontos foram alinhados para discussão entre os governadores.

O pacto federativo, propalado pelo Governo Federal como uma solução para os estados voltarem à estabilidade administrativo-financeira, tem que ser, segundo o governador Gladson Cameli, discutido em via de mão dupla para que os governadores possam, realmente, administrar para um futuro promissor.

Outro ponto importante discutido na reunião foi a dessecuritização (o resgate dos valores ambientais e humanos contidos na floresta amazônica para o âmbito do jogo político normal) como forma de promover ações que proporcionem a retomada das áreas de risco e inibição do tráfico de drogas e armas. Gladson Cameli ressaltou a grande fronteira do Acre com a Bolívia e o Peru, totalmente desprotegida e que transforma o Estado do Acre em um barril de pólvora.

Governador Gladson Cameli com o governador do Distrito Federal, Inaneis Rocha (Foto: David Casseb/Secom)

Mais notícias