https://i0.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2009/04/fotos_00_marco_09_portadores_deficincia.jpg?resize=398%2C400&ssl=1
Governo

Governo anuncia centro de atendimento a estudante portador de necessidade especial

Da Redação
15.04.2009 11:10
Atualizado 15.04.2009 às 11:10

Obra custará R$ 4,5 milhões e será referência em pesquisa e capacitação para apoio à inclusão de alunos com deficiência na rede regular de ensino

portadores_deficincia.jpg

Unidade será referência na oferta de serviços aos portadores de necessidades especiais (Foto: Arquivo Secom)

O Governo do Acre implantará em Rio Branco o centro integrado de atendimento educacional à pessoa portadora de necessidades especiais e de altas habilidades. A obra, que custa R$ 4,5 milhões, conta com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e do Tesouro Estadual. O espaço físico é de 7.728 metros quadrados, divididos em salas de multirrecursos, núcleo de altas habilidades, quadra coberta, auditório, piscina, refeitório, biblioteca e espaço de convivência, entre outros.  

A unidade será referência em pesquisa e capacitação para apoio da política de inclusão de portadores de  necessidades na rede regular de ensino. O aluno frequenta a escola de manhã e o centro especializado à tarde. O centro contará com um ambiente que simula uma casa para orientação de mobilidade para cegos. "Será um centro de apoio e complementação", explicou Claudia de Pauli, responsável pelo sistema de ensino especial da Secretaria de Estado da Educação.

A área para construção da unidade, que incorpora o sistema educacional e de inclusão social dos deficientes físicos, mentais, portadores de surdez, cegos, mudos e jovens superdotados, está localizada no Bairro da Paz. A Secretaria de Obras Públicas inicia em breve o processo licitatório para contratar a empresa que vai construir o centro.

A unidade estará promovendo, em um único espaço, o atendimento da população portadora de necessidades especiais. Trata-se de mais um avanço do Estado, que alcançou em 2008 o primeiro lugar no ranking nacional da inclusão no sistema regular de ensino de pessoas com deficiência.

A previsão é de que o centro esteja pronto até o fim do ano. As escolas da rede regular, inclusive rurais, estão recebendo salas de recursos para melhor atender os alunos portadores de deficiência. A SEE está investindo R$ 1,5 milhão nessa adequação.

Mais notícias