https://i1.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/05/47968433896_7530a634ac_z.jpg?resize=640%2C400&ssl=1
Agronegócio

Governo articula criação de zona de desenvolvimento da agropecuária

Samuel Bryan
31.05.2019 10:52
Atualizado 21.08.2019 às 17:37

Representando o governo do Acre, o secretário de Produção e Agronegócio, Paulo Wadt, esteve em Campinas (SP) nesta quinta-feira, 30, onde participou das comemorações dos 30 anos da Embrapa Territorial.

Ao lado da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, o secretário Paulo Wadt apresentou a proposta de criação de uma região de desenvolvimento agropecuária chamada Amacro, envolvendo os estados do Acre, Amazonas e Rondônia.

Secretários Paulo Wadt (AC) e Evandro Padavoni (RO) apresentam para ministra Tereza Cristina a proposta de criação da Amacro (Foto: cedida)

Com os investimentos devidos, essa região traria um salto de infraestrutura para o setor nos três estados, expandindo a competitividade do setor agropecuário, com geração de mais empregos e renda.

“No evento, nós tivemos a oportunidade de conversar com a ministra da agricultura e seus assessores, levando a reinvindicação da criação dessa região de desenvolvimento que envolveria o leste do Acre, noroeste de Rondônia e sul do Amazonas. Destacamos que o documento foi assinado pelos governadores Gladson Cameli e Marcos Rocha, de Rondônia”, conta Paulo Wadt.

Acompanhado do secretário de Agricultura de Rondônia, Evandro Padavoni, eles também trataram com o chefe da Embrapa Territorial, Evaristo de Miranda, sobre a criação da zona de desenvolvimento agropecuário entre os três estados. E ele se comprometeu com a possibilidade, organizando um estudo prévio assim que receber a resposta da ministra num período de 90 a 120 dias.

Aniversário da Embrapa Territorial

Evento com diversas autoridades celebrou os 30 anos da Embrapa Territorial (Foto: Guilherme Martimon/MAPA)

A Embrapa Territorial é uma unidade temática da Embrapa que atua na viabilização de soluções de pesquisa, desenvolvimento e inovação em inteligência, gestão e monitoramento territorial para a sustentabilidade e a competitividade da agricultura brasileira. Criada em 31 de maio de 1989, então como Embrapa Monitoramento por Satélite, está localizada em Campinas (SP), munícipio considerado importante polo de ciência e tecnologia.

Durante o evento, foi inaugurada a sala de situação na Embrapa Territorial em Campinas. A criação desse espaço tem como  objetivo a apresentação dos dados de toda agropecuária brasileira. Segundo a ministra Tereza Cristina, em dois meses será inaugurada uma sala de situação no Ministério da Agricultura.

“Para que a gente possa reunir essa enormidade de dados que temos e às vezes não conseguimos juntar e tirar as informações de inteligência estratégica que precisamos para a nossa agropecuária”, disse a ministra.

Mais notícias