https://i2.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/09/slider.jpg?resize=1200%2C400&ssl=1
Acre

Governo busca agilidade e transparência nas licitações e projetos em execução

Cleide Elizabeth
11.09.2019 7:51
Atualizado 11.09.2019 às 15:13

O Governo do Estado do Acre está trabalhando para dar mais celeridade e transparência às licitações e projetos em andamento no estado. Para isso, o diretor-presidente do Departamento Estadual de Água e Saneamento (Depasa), Zenil Chaves, e a secretária de Planejamento e Gestão, Maria Alice Araújo, se reuniram nesta terça-feira, 10, para tratar assuntos referentes ao andamento dos contratos de obras.

Com a participação da equipe técnica, os titulares das pastas atualizaram informações e alinharam procedimentos com vistas a dar maior agilidade e total transparência nos processos e procedimentos para pagamentos de obras, visando o cumprimento dos cronogramas e, principalmente, a conclusão dos projetos já em execução.

São ao todo 39 obras de saneamento em todo o estado, interrompidas durante a gestão anterior pelos mais variados motivos e retomadas na gestão de Gladson Cameli, após minucioso estudo de viabilidade e devidas adequações necessárias para dar continuidade aos projetos. Feito esse primeiro movimento, o próximo passo foi mostrar às empresas executoras que a liberação dos recursos para continuidade e  conclusão das obras ainda era viável.

Vencidos os primeiros desafios, o momento agora é de alinhar ações para agilizar os processos Foto: Assessoria Depasa

O primeiro resultado veio no mês de julho, quando a partir da retomada das obras o governo Gladson Cameli, por meio do Depasa, executou mais de R$ 700 mil em obras. No mês seguinte foram mais de R$ 900 mil e, agora, no décimo dia do mês de setembro, o valor a ser executado pelo Depasa é de R$ 3,2 milhões. “Houve um processo evolutivo e a tendência agora é avançar”, lembrou o diretor de planejamento e obras do Depasa, Jamerson Lima.

Vencido o momento da dificuldade causada por ausência da memória de execução dos projetos, problemas organizacionais e fluxo inadequado, e uma vez reorganizada a gestão, o momento agora é para alinhar os detalhes para melhor encaminhamento das ações. “Nosso objetivo único é que as obras aconteçam e empregos sejam gerados”, destacou a secretária de gestão, Maria Alice.

Para tanto, gestores e técnicos alinharam todos os procedimentos necessários para garantir o fluxo correto, cumprimento do “check list”, lista de verificações exigida pela legislação, e execução conforme cronograma. Nesse sentido, o controle interno assume papel fundamental para garantir a lisura e agilidade dos processos. “E não só o controle interno, como todas pessoas envolvidas, corpo técnico, e nós gestores estaremos trabalhando em sintonia para que tudo aconteça da melhor forma”, garantiu o presidente do Depasa, Zenil Chaves.

 

 

Mais notícias