https://i0.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2018/12/Secom_Ac_GM039291218.jpg?resize=1200%2C400&ssl=1
Economia

Governo cria centro para artesanato Casa Arte Nativa

Arison Jardim
29.12.2018 11:53
Atualizado 29.12.2018 às 11:56

Inaugurando um novo modelo de comercialização e fortalecimento do artesanato acreano, o governo do Estado cria a loja Casa Arte Nativa. O centro de vendas, entregue neste sábado, 29, pelo governador Tião Viana e pela primeira-dama Marlúcia Cândida, abriga obras de diversos artistas do Acre e promove a identidade de cada empreendedor acreano.

Os investimentos no setor somam R$ 4 milhões, incluindo diversas ações de promoção e qualificação dos artesãos (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

A loja será administrada pelos próprios artesãos, por meio do Fundo Especial para o Desenvolvimento da Produção e Comercialização do Artesanato Acreano (Funcart), instituído pelo governo do Estado.

“Aqui, o artesão poderá trazer seu produto e vendê-lo para o Fundo, que irá gerir a comercialização para o público. Isto ajuda a termos um ponto de referência para os turistas e moradores locais de onde comprar arte acreana”, explicou Marlúcia Cândida, coordenadora do programa Acre Solidário.

Os investimentos no setor somam R$ 4 milhões, incluindo diversas ações de promoção e qualificação dos artesãos. Isto tem resultado no crescimento do setor, dados do Sebrae/AC mostram que só no último ano foram comercializados mais de R$ 5 milhões no artesanato acreano, com a maioria das peças sendo vendida fora do estado.

Artesanato e novo design

Nos últimos quatro anos, o artesanato acreano se tornou referência nacional, campeão de vendas em várias feiras nacionais e internacionais e ganhou novos mercados e negócios. Esse resultado alcançado se deve principalmente à política de promoção para o setor.

Entre as ações na área de formação constam as clínicas de design, iniciadas em 2016 e voltadas à criação e inovação de novos produtos focados em segmentos como biojoias e utilitários de decoração.

Foram capacitados mais de 37 artesãos de Rio Branco, Sena Madureira, Cruzeiro do Sul, Bujari, Tarauacá e Porto Walter, para o desenvolvimento e aprimoramento dos produtos e técnicas artesanais.

Ao todo, foram elaboradas 300 peças compondo uma coleção criativa que foi comercializada em feiras e rodada de negócios. Em todo o Acre, já foram catalogados e cadastrados dois mil artesãos, que recebem uma carteira com dados de seu trabalho e suas demandas.

Acre, Made in Amazônia

As peças levam a marca Acre, Made in Amazônia. A marca está sustentada no tripé de três valores: respeito à floresta, inovação social e desenvolvimento econômico. A ideia é comunicar o Acre com o Brasil e com o mundo caracterizando a proveniência amazônica de seus produtos tornando-os conhecidos como garantia de qualidade e sustentabilidade.

Mais notícias