https://i0.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/01/Foto_Edna_Medeiros_Secom.jpg?resize=1200%2C400&ssl=1
Economia

Governo do Acre contrata mais de R$ 51 milhões entre obras e insumos somente em julho

Samuel Bryan
01.08.2019 11:34
Atualizado 01.08.2019 às 11:34

O governo do Estado anunciou nesta quarta-feira, 1, um balanço com mais de R$ 51 milhões em contratos licitados durante todo o mês de julho entre obras e aquisição de insumos.

Somente a Secretaria de Saúde foi responsável por 26% de todo o montante, a maior fatia. Entre os destaques das licitações está a contratação da empresa para reforma do Hospital João Câncio Fernandes, de Sena Madureira, incluindo Centro Cirúrgico.

Maior parte do montante foi para reformas de unidades hospitalares e aquisição de insumos da saúde Foto: Cedida

Outras licitações na área da saúde incluem a aquisição de material médico hospitalar para a Fundhacre e a compra de gêneros alimentícios para atender as unidades de saúde da regional do Juruá.

Com esse montante, o Estado além de dar continuidade a programas sociais e melhorar atendimentos e serviços para a população por meio de investimentos em políticas públicas, movimenta a economia, fortalecendo o comércio ao injetar recursos.

O secretário adjunto de licitações da Secretaria de Fazenda, Marco Antônio Oliveira, destaca que o Acre entrou de vez no ritmo dos processos licitatórios, com a adoção de mudanças pontuais, como a criação da Divisão de Inteligência, que identifica todos os processos de compras vindos das secretarias, pontuando o que está certo e errado, resguardando o Estado de eventuais problemas legais.

“Nesse primeiro semestre, o que fizemos foi definir um novo processo licitatório e que as secretarias se adaptassem as novas normas. Antes, o processo chegava da secretaria e já ia direto para a licitação, agora estamos fazendo toda uma triagem para identificação e resolução do que não estiver de acordo”, conta Oliveira.

O secretário ainda ressalta que para agosto há uma expectativa de que os processos licitatórios cheguem a R$ 100 milhões. O maior responsável por isso seria um grande processo para a aquisição de remédios no valor de aproximadamente R$ 70 milhões, que deve ser concluído nas próximas semanas.

Mais notícias