https://i0.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/08/LRM_EXPORT_36986492993774_20190831_074917060.jpeg?resize=1200%2C400&ssl=1
Governo

Governo e prefeitura assinam convênio de cooperação para utilização de mão de obra de apenados em Cruzeiro do Sul

Elenilson Oliveira
31.08.2019 15:48
Atualizado 31.08.2019 às 15:51

O trabalho é um dos principais instrumentos do processo de ressocialização de reeducandos. Assim, o Governo do Estado do Acre, por meio do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen), firmou na noite desta sexta-feira, 30, durante a 16ª edição da Expoacre Juruá, um convênio de cooperação com a Prefeitura Municipal de Cruzeiro do Sul (PMCZS), para a utilização de mão de obra dos apenados assistidos pelo Sistema Penitenciário do Estado do Acre.

O instrumento garante a utilização da mão de obra de até 75 reeducandos da Unidade Penitenciária Manoel Neri da Silva, a fim de executar os serviços de roçagem e poda de árvores e arbustos nas rodovias estaduais, ramais, parques públicos, vias e pátios de prédios públicos. Eles também atuarão na pintura e manutenção dos prédios sob a responsabilidade da Prefeitura Municipal de Cruzeiro do Sul.

O governador Gladson Cameli ressaltou que a ideia é de realmente ser um governo diferente e fazer todas as parcerias necessárias em prol da economia e em busca de aumentar a quantidade de pessoas atendidas. “A Prefeitura de Cruzeiro do Sul tem sido uma verdadeira parceira do Estado e o exemplo é com a realização desta parceria”, disse.

O convênio foi assinado na 16ª edição da Expoacre Juruá Foto: Marcos Vicentti

Cameli parabenizou o trabalho do Iapen e destacou uma frase do presidente da instituição, Lucas Gomes. “Tem uma frase que o Lucas me disse uma vez e que eu não esqueço: Se a gente não aquecer a economia e gerar emprego, podemos fazer todo tipo de investimento na área de segurança. Não resolve. Nós precisamos gerar emprego e criar essas oportunidades para quem quer trabalhar. Esse vai ser o nosso desafio com todas as prefeituras do estado”, afirmou.

Lucas Gomes lembrou que em Rio Branco a utilização da mão de obra dos detentos tem dado muito certo, por meio do convênio entre o Iapen e Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) e afirmou que o mesmo acontecerá em Cruzeiro do Sul com a assinatura do convênio com a Prefeitura do município.

“Do ponto de vista do preso isso também é importante, pois ele se sente mais útil, se integra à sociedade e volta a se sentir importante no meio social. Essas pessoas retornarão ao convívio social e é melhor que elas voltem por meio do trabalho. Sem contar que o preso hoje custa muito caro ao Estado. Um serviço como esse acaba também pagando boa parte daquilo que o Estado investe nele”, destacou Gomes.

Para o prefeito Ilderlei Cordeiro, a parceria é fundamental. “Nós precisávamos dar oportunidades para esses homens e mulheres que precisam realmente mostrar que podem sair do presídio com outra mentalidade, com outro foco. Vamos abraçar esses apenados e qualificar eles. Vamos dar cursos profissionalizantes para aqueles que precisam, através da parceria com o município. Esse é um compromisso que eu vou fazer para que nós possamos ter uma sociedade melhor”, disse.

Mais notícias