https://i1.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/08/Fotos-Mardilson-Gomes-17.jpg?resize=1200%2C400&ssl=1
Educação

Governo incentiva educação para estudantes com Altas Habilidades/Superdotação

Dayana Soares
11.08.2019 7:38
Atualizado 11.08.2019 às 7:38

O estudante Jailan Souza sempre chamou atenção pelos textos que escrevia. Em 2016, quando estudava no nono ano da escola Diogo Feijó, o jovem foi identificado pelo Núcleo de Atividades de Altas Habilidades/Superdotação (NAAH/S) e deste então, passou a desenvolver e descobrir novos talentos. A criação de histórias em quadrinhos se tornou o principal deles.

“Eu não tinha noção do meu talento, então o NAAH/S me ajudou e me proporcionou a oportunidade de desenvolver o meu talento”, conta o estudante.

Durante o evento, o estudante Jailan Souza expôs suas produções em quadrinhos Foto: Mardilson Gomes

Para que outros jovens, como Jailan, também tenham a chance desenvolver suas aptidões, o Governo do Estado do Acre, por meio da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes, está capacitando as equipes de todas as escolas do Acre. O ponta pé inicial ocorreu na última semana com o Workshop de Altas Habilidades/Superdotação, organizado pelo NAAH/S em parceria com o Centro Universitário Unimeta.

O evento reuniu mais de 400 educadores da rede e contou com a palestra da consultora do Ministério da Educação e Cultura (MEC) na criação do cadastro nacional para alunos com Altas Habilidades/Superdotação, doutora Olzeni Ribeiro, pesquisadora de renome do Instituto Expert Brasil, membro da Rede Internacional de Escolas Criativas, diretora e cofundadora do Instituto de Altas Habilidades do Distrito Federal (IDEAAH).

O workshop contou com a palestra da doutora Olzeni Ribeiro Foto: Mardilson Gomes

“Essas pessoas ainda estão invisíveis. E estou aqui para deixar o conhecimento sobre essas pessoas, o que elas vieram fazer no mundo, como identificá-las, o que a gente pode fazer para melhorar o país e dar a oportunidade e o espaço que elas precisam para saírem desse local invisível e conseguirem fazer o que vieram fazer no mundo”, explicou a palestrante.

De acordo com o secretário Mauro Sérgio Cruz, a ação vai ao encontro do novo modelo de ensino que será implantado nas escolas da rede estadual em 2020. “A partir de 2020 nós estaremos implantando um novo modelo de escola rede de ensino, que é o das escolas vocacionadas. Iremos potencializar as aptidões dos nossos jovens. Os estudantes precisam ter o seu potencial exaltado, trabalhado, porque quem ganha com isso é o nosso estado”.

Mais notícias