https://i2.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/06/DSC03197.jpg?resize=1200%2C400&ssl=1
Economia

Governo participa de Encontro de Comércio Exterior

Camila Gomes
08.06.2019 16:35
Atualizado 08.06.2019 às 17:03

Com objetivo de impulsionar e incentivar as relações comerciais entre Bolívia, Peru e Brasil, por meio da fronteira com o Acre, o Comitê Acreano da Cultura Exportadora da Federação da Indústria do Estado do Acre (Fieac) realizou nos dias 6 e 7 de junho, o 2º Encontro de Comércio Exterior. O secretário de Estado de Indústria, Ciência e Tecnologia, Anderson Abreu de Lima, participou do encontro.

No dia 6, o evento foi dedicado aos acadêmicos da área e, no dia 7, para empresários, autoridades e representantes de instituições, no auditório da Fieac, com extensa programação.

Anderson Abreu explicou que o objetivo do governo do Estado é exportar produtos aos países vizinhos, de modo que assim possa gerar crescimento, desenvolvimento e oportunidades de emprego para a população acreana.

“O governo está tratando de benefícios fiscais para alavancar nesse processo. Na próxima semana, o governador Gladson Cameli irá ao Peru para tratar das legislações do comércio exterior e simplificar os negócios entre os dois países visando o crescimento econômico do Estado”, comentou Abreu.

O secretário disse ainda que o Pacífico traz benefícios para ajudar na potencialização do comércio com outros países, pois eles possuem boas relações.

“Geograficamente falando, entendemos que o Estado está em um ponto estratégico e o nosso interesse é trazer melhoria para nossa região usando um grande atrativo que possuímos, que é  a saída pelo Pacífico para negociações internacionais. Não podemos nos limitar apenas à Bolívia e no Peru. Pretendemos direcionar essa comercialização para outros países também”, afirma o secretário.

O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Acre, José Adriano, esclareceu que a partir deste ano, com a inserção de novos governantes e parlamentares, o comitê passa para a etapa de execução e acompanhamento das ações.

“Pedimos a cada representante presente no Encontro que se comprometa em apoiar este plano, pois com o desenvolvimento desta cultura, todos sairão ganhando”, afirma José Adriano.

Mais notícias