https://i0.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/04/000_0261-1-580x388.jpg?resize=580%2C388&ssl=1
Saúde

Governo quita dívidas e transplantes de fígado serão retomados na Fundação Hospitalar

Wesley Moraes
08.04.2019 16:17
Atualizado 09.04.2019 às 17:13

Débitos deixados pela gestão passada foram pagos e cronograma de cirurgias para este ano está sendo elaborado

A Fundação Hospitalar do Estado do Acre (Fundhacre) está apta a dar continuidade aos transplantes de fígado pela Rede Pública de Saúde. As cirurgias estavam paralisadas desde outubro de 2018, por conta de dívidas deixadas pela gestão anterior.

Após o empenho do governo em retomar a credibilidade do Estado, liderado por Gladson Cameli, o médico hepatologista Tércio Genzini e sua equipe darão seguimento aos transplantes de fígado na Fundação Hospitalar. Desde 2014, o especialista já realizou 44 cirurgias no Acre.

“A minha determinação é que todos os contratos formados em nossa gestão sejam cumpridos e pagos sem nem um tipo de atraso. Isso não vai acontecer porque trabalhamos com planejamento e responsabilidade para honrar todos os nossos compromissos”, ressaltou o governador Gladson Cameli.

Cronograma de cirurgias para este ano está sendo elaborado (Foto: Arquivo Secom)

Segundo o secretário de Estado de Saúde, Alysson Bestene, as pendências financeiras estão sendo quitadas e o especialista voltou ao Acre para atender os pacientes transplantados e iniciar um novo cronograma para o retorno dos transplantes de fígado.

“Nos deparamos com um débito superior a R$ 200 mil com o doutor Tércio Genzini e que estamos honrando desde que assumimos a gestão. Ele está no Acre para atender os pacientes transplantados e também vai elaborar um calendário para retornar ao Estado para continuar as consultas e agendar os próximos transplantes que serão realizados neste ano”, explicou.

De acordo com o presidente da Fundhacre, Lúcio Brasil, novos pacientes estão sendo avaliados pelo especialista para receber um novo fígado. A intenção, a partir de agora, é elaborar um cronograma ao longo do ano para a retomada dos procedimentos cirúrgicos. O gestor confirmou que toda a estrutura já está assegurada para a realização dos futuros transplantes.

“O Estado do Acre recebe um dos maiores cirurgiões do Brasil, profissional renomado que não tem medido esforços para atender seus pacientes aqui na Fundação, por isso, vamos dar as melhores condições possíveis para que ele realize os transplantes com pacientes e os que todos os procedimentos sejam um sucesso”, afirmou.

Mais notícias