https://i2.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/06/WhatsApp-Image-2019-06-11-at-14.11.00.jpeg?resize=1095%2C400&ssl=1
Governo

Governo remove mais quatro pacientes para Belo Horizonte

Mirla Miranda
12.06.2019 11:17
Atualizado 12.06.2019 às 16:45

Mais quatro remoções de pacientes em estado grave serão realizadas nesta quarta-feira, 12, para o Hospital João XXIII, em Belo Horizonte (MG). José Ortenízio Souza da Conceição, de 39 anos, foi levado pela equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – Samu, até o aeroporto de Rio Branco, às 5h15 da manhã, em avião da Força Aérea Brasileira (FAB), que seguiu para Cruzeiro do Sul, para o embarque de Antônio José de Oliveira, 33 anos. Ambos são vítimas da tragédia com uma embarcação no Rio Juruá, ocorrida no último dia 7.

A chegada destes pacientes em Belo Horizonte está prevista para às 15h30 desta quarta-feira,12. Os primeiros pacientes transferidos foram Umberto da Conceição de Oliveira, 38 anos, e o menor P. V. F. S, de quatro 4 anos. No dia 11, foram transferidos Valdir Torquato da Silva, 51, e Francisco Luna Dos Santos, 46 anos.

Jucicleia Ferreira da Silva, 42 anos, seguirá de Rio Branco para Goiânia. E Francisco Rodrigues de Oliveira, 60 anos, seguirá de Cruzeiro do Sul para em Brasília. A saída está prevista para 00h45 desta quinta-feira, 13, no avião da Força Aérea Brasileira (FAB).

Em Cruzeiro do Sul, quatro pacientes que estavam em Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) apresentaram melhora e foram liberados para os leitos, que são: Francisco Rodrigues de Oliveira, 60 anos, João Oliveira da Silva, 32 anos, Francisco Rodrigues da Rocha, 55 anos
José Francisco do Nascimento, 49 anos, Todos estão em enfermaria e o quadro clínico é estável.

De acordo com a coordenadora da Central de Leitos e Cirurgias da Regulação Estadual do Acre, Paula de Faria Mariano, não há confirmação, por meio da Central Regulação do Acre, de outras transferências de pacientes no dia de hoje.

“Estamos aguardando a melhora em quadros clínicos para possíveis novas remoções. Garantir segurança para estes pacientes, durante a viagem, é nossa principal medida”, declara a médica.

O Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, (HPS), da Rede Fhemig, é uma das maiores referências do país, especializado em traumas e grandes queimados, além de ser considerado um patrimônio da saúde pública em Minas Gerais.

O governo do Estado, por meio da secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), continua prestando toda a assistência tanto em Cruzeiro do Sul quanto na capital, Rio Branco, aos pacientes internados.

Mais notícias