https://i1.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/04/26838715920_00a2b24f25_o.jpg?resize=1200%2C400&ssl=1
Segurança

Homicidas são presos após investigação da Polícia Civil do Acre

Vânia Andrade
13.04.2019 8:00
Atualizado 13.04.2019 às 8:09

Os indivíduos Francimar Conceição da Silva, 27 anos, John Cleisson Rodrigues Ferreira, 23 anos e Amauri Sandro da Silva Lima, 53 anos, figuravam como investigados em inquérito instaurado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Os mesmos são acusados do assassinato de Alexandre dos Anjos Magalhães, de 23 anos, encontrado morto as margens do Rio Acre, em abril de 2018, algemado e com marcas de tiros na nuca.

Na manhã da última segunda-feira, 8, em posse das ordens de prisão em desfavor do trio, agentes de polícia iniciaram a ação para cumprimento dos mandados, Amauri e Francimar já estavam presos porque respondem a outros crimes e John foi preso nas proximidades do centro de Rio Branco.

E nesta sexta-feira ,12, a Polícia Civil prendeu Francisco Cleiton Pereira Santos, 24 anos, vulgo “pia”, acusado de participação na morte do ex- presidiário Alexandre Rocha da Silva, ocorrida em outubro de 2018, que após ser assassinado, foi degolado.

Alexandre é o ultimo autor do crime a ser preso, a mãe dele, Maria Auxiliadora Pereira Barbosa e o padrasto Emerson Santos, vulgo “cabeça de onça” já foram capturados e o menor envolvido também foi apreendido.

De acordo com o Delegado Martin Hessel, foram dois os motivos para o homicídio. “As investigações apontam a Alexandre como problemático no bairro, causando perturbações a todos na região e o outro seria a agressão a Maria Auxiliadora durante uma bebedeira entre autores e vítima”, afirma o responsável pelo caso.

Os presos seguiram direto para o presídio de Rio Branco, onde devem permanecer à disposição da justiça.

Mais notícias