https://i2.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2016/03/flash_secom_acre_foto_SV13102015-8.jpg?resize=1200%2C400&ssl=1
Cidade do Povo

Investimento em educação na Cidade do Povo irá ultrapassar R$ 7 milhões

Da Redação
26.03.2016 8:59
Atualizado 28.03.2016 às 11:27

A Cidade do Povo contará com 13 unidades de ensino até sua conclusão (Foto: Angela Peres/Secom)

A Cidade do Povo contará com 13 unidades de ensino até sua conclusão (Foto: Sérgio Vale/Secom)

Quando se propôs a criar, em Rio Branco, o maior conjunto habitacional do estado, visando tirar milhares de famílias de áreas de risco, o governo do Acre levou para a Cidade do Povo a infraestrutura necessária a proporcionar condições dignas de moradia para as pessoas que iriam residir no local.

Inaugurado há dois anos, o empreendimento está munido de três escolas – uma de ensino médio e duas de ensino fundamental e uma creche. Até o final do ano a previsão é para inaugurar o Centro de Educação Profissional, a Escola de Hospitalidade e Gastronomia, além de duas escolas de ensino infantil e uma creche.

O investimento do governo na educação na Cidade do Povo irá ultrapassar os R$ 7 milhões. Somente em escolas estaduais, chegará a 13 unidades até sua conclusão do conjunto habitacional, além de uma escola militar do Corpo de Bombeiros programada para 2017.

Evasão quase zero em EJA

O que torna nossa escola especial é o comprometimento da comunidade escolar (Foto: Angela Peres/Secom)

Janderson: “O que torna nossa escola especial é o comprometimento da comunidade escolar” (Foto: Angela Peres/Secom)

Uma das escolas em funcionamento é a Professora Raimunda da Silva Pará. Estão matriculados 1.400 alunos nos três turnos e distribuídos nos ensinos fundamental e médio e na Educação de Jovens e Adultos (EJA).

“O que torna nossa escola especial é o comprometimento da comunidade escolar em oferecer uma educação de qualidade. Já frequentei outras escolas, mas é na Raimunda Pará que quero concluir o ensino médio. Aqui sou feliz”, observou Janderson Oliveira, aluno do primeiro ano do ensino médio e morador do bairro Belo Jardim II.

Equipamentos públicos para todos

Os equipamentos públicos oferecidos na Cidade do Povo atendem também aos moradores dos bairros do entorno.

Jucélio: "Adaptados ao contexto da educação" (Foto: Angela Peres/Secom)

Jucélio: “Adaptados ao contexto da educação” (Foto: Angela Peres/Secom)

“Frente a esta realidade nos adaptamos ao contexto atual da educação, que debate sobre uma escola preparada para proporcionar um ensino de qualidade, respeitando a heterogeneidade e a individualidade da comunidade escolar”, destacou o gestor da Escola Raimunda Pará, Jucélio de Oliveira.

Percebendo o bom desempenho e a comodidade de morar próximo às escolas, pais e mães de alunos se matricularam na modalidade de EJA. “A boa notícia é que o índice de evasão é quase zero”, frisou Jucélio.

“Quero um futuro melhor para minha filha”

O índice de evasão em EJA é quase zero em escola na Cidade do Povo(Foto: Angela Peres/Secom)

O índice de evasão em EJA é quase zero em escola na Cidade do Povo(Foto: Angela Peres/Secom)

Um dia após chegar a Cidade do Povo e com a transferência da filha de seis anos nas mãos, a dona de casa Maria Sueli Ferreira já buscava matricular a menina na Escola Frei André Maria Ficarelli. A unidade tem capacidade para atender 1.200 crianças do 1º ao 5º ano.

“Infelizmente não tive oportunidade de estudar e não quero isso para minha filha. Sonho com um futuro melhor para ela. Estamos iniciando uma nova etapa nas nossas vidas aqui na Cidade do Povo, tenho certeza que seremos felizes”, confessou Sueli Ferreira.

As escolas da rede pública obedecem a um padrão de engenharia. São munidas de 12 salas de aula, anfiteatro, espaço para laboratório de informática e de ciência, biblioteca, refeitório, quadra de esporte, bicicletário e área administrativa e de suporte necessário para os professores.

Mais notícias