https://i2.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/09/Mardilson-Gomes-19.jpg?resize=1200%2C400&ssl=1
Educação

Jovens parlamentares acreanos tomam posse na Aleac

Dayana Soares
09.09.2019 17:58
Atualizado 09.09.2019 às 18:03

Os estudantes eleitos para participar da segunda edição do programa Jovem Parlamentar Acreano tomaram posse na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac). A cerimônia ocorreu nesta segunda,9.

Entre eles, estava o aluno Absalão Costa, 16, representante da escola Lourenço Filho. “É uma experiência nova. Minha mãe sempre me aconselhou que eu devo aproveitar todas as oportunidades e é o que eu estou fazendo. Eu tenho expectativa de sair daqui entendendo mais sobre o que acontece na política do nosso país, principalmente agora nesse momento crítico em que nós vivemos.

A cerimônia de posse ocorreu nesta segunda, 9 Foto: Mardilson Gomes

O JPA é uma inciativa do Aleac em parceria com a Secretaria de Educação Cultura e Esportes (SEE) e Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC). São 24 estudantes eleitos por suas respectivas comunidades escolares para vivenciarem o trabalho de um deputado estadual. A partir de agora, cada jovem acompanhará a jornada de um deputado da casa.

Durante a cerimônia também foi formada a mesa diretora dos Jovens Parlamentares. “Nós já tivemos a cerimônia de diplomação, hoje é a posse, agora eles poderão começar com as suas atividades parlamentares, onde eles vão aprender todo o processo na construção das leis, até que eles possam fazer, em conjunto, o próprio projeto deles”, explicou a coordenadora do programa na SEE, Anne Ruela.

Ainda durante a cerimônia foi formada a mesa diretora do JPA Foto: Mardilson Gomes

Em seu discurso, o deputado Daniel Zen, autor do JPA, afirmou que a ideia é que os jovens se interessem pela boa política. “O programa Jovem Parlamentar é para despertar nos jovens o interesse pela boa política, pelas boas práticas, pelas atribuições e responsabilidades daqueles que são investidos do poder de representar o povo”.

A jovem parlamentar Adriana Lima, 16, eleita pela escola Heloísa Mourão Marques, conta que o programa já está influenciando em vários aspectos da sua vida. “Esse projeto nos ajuda em várias coisas, até na nossa capacidade de se expressar melhor. Eu tenho a expectativa de fazer aqui, junto com os demais jovens, o melhor, com os nossos projetos e sempre buscando mais, não só para as nossas escolas, mas toda a sociedade”.

Mais notícias