https://i2.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/05/IMG-20190502-WA0147.jpg?resize=876%2C400&ssl=1
Educação

Mais de 900 educadores são capacitados pelo Corpo de Bombeiros com instrução de primeiros socorros

Da Redação
03.05.2019 8:51
Atualizado 03.05.2019 às 8:57

Acidentes no ambiente escolar são muito frequentes. A curiosidade natural das crianças as expõe a situações de risco nem sempre perceptíveis para seus responsáveis. Na escola, por exemplo, somente após o acidente é que o professor percebe o perigo de uma cadeira próxima à janela ou um móvel pontiagudo na sala de aula. Muitas das vezes, os professores não recebem um treinamento adequado em primeiros socorros, sendo assim, diante de uma situação extrema, não sabem como proceder.

Bombeiros orientam educadores sobre os procedimentos de primeiros socorros (Foto: Assessoria Sejusp)

Foi pensando nisso que em parceria com a Secretaria de Estado da Educação, Cultura e Esportes (SEE), a Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública (Sejusp), por intermédio do Corpo de Bombeiros do Acre, realizou durante toda esta quinta-feira, 02, aulas com instrução de primeiros socorros, a auxiliares educacionais de escolas públicas da zona rural e urbana de Senador Guiomard. A instrução se deu em dois turnos na escola Veiga Cabral, localizada na parte central daquele município.

Entre os conhecimentos repassados, foram ministradas aulas de reanimação cardio-pulmonar, desobstrução de vias aéreas, estabilização de fraturas e hemorragias, comportamento diante de situações de desmaio ou compulsões por crimes epiléticas e realizada uma roda de conversa tirando as principais dúvidas quanto à segurança no ambiente escolar.

Para o instrutor do Corpo de Bombeiros, sargento Eduardo Santos, o trabalho realizado entre os profissionais da educação é de suma importância pois previne possíveis acidentes e pode até salvar vidas.

“É importante a capacitação desses profissionais e dar a eles noções de primeiros socorros, pois lidam com crianças e diversas situações diárias que acontecem na escola que podem ser evitadas se tiverem a devida orientação, principalmente aqueles que atuam em escolas rurais e o socorro muitas vezes demora a chegar”, disse.

No total foram 900 educadores alcançados nas atividades desta quinta-feira. Na semana passada, outros 750 profissionais da educação passaram pelo mesmo treinamento ocorrido entre os dias 24, 25 e 26 no auditório da SEE.

Mais notícias