Destaques

Medalha Governador José Augusto de Araújo é entregue pelo Gabinete Militar

Da Redação
21.12.2018 17:11

A vice-governadora do Acre, Nazareth Araújo, o governador Tião Viana e outras personalidades receberam na manhã desta sexta-feira, 21, a Medalha do Mérito do Gabinete Militar Governador José Augusto de Araújo, homenagem que leva o nome do primeiro governador eleito por voto popular no Acre, após a elevação de território à categoria de Estado.

Realizada no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Acre (OAB/AC), a honraria foi entregue àqueles que contribuíram com o Gabinete Militar e, consequentemente, para o fortalecimento da segurança pública no Acre. O comandante do Gabinete Militar, Estephan Barbary, falou sobre a escolha do nome da comenda.

“Para nós é uma alegria muito grande. Criamos em homenagem a essa família, principalmente à doutora Nazareth, uma pessoa simples, humildade, de um coração gigantesco, que nos acolheu, e nós a acolhemos como uma pessoa do nosso convívio e amizade, então isso certamente materializa toda a nossa história e nosso tempo no gabinete militar”, destacou Barbary.

Filha de José Augusto, Nazareth Araújo destacou o sentimento de gratidão ao receber a simbólica homenagem.

“É uma homenagem que só desperta na gente os bons sentimentos, a gratidão e, acima de tudo, o amor em família que nós preservamos sempre e que se estendeu pelo Acre. É o reconhecimento do trabalho que meu pai fez, ele que foi ainda muito jovem da Guarda Territorial. A gente traz o sentimento também da gratidão, por ter tido meu pai como a pessoa que dá origem ao nome desta medalha, no Gabinete Militar, que exerce uma função tão importante, pois enquanto os governantes estão trabalhando, as suas famílias estão amparadas”, disse Nazareth.

Diná Araújo, irmã de José Augusto, enfatizou o esforço do ex-governador pelo Estado. “Estou muito emocionada e seguida de uma grande gratidão, porque uma homenagem ao José Augusto – não é só porque é meu irmão –, mas é um homem que deu o sangue pelo Acre. Ele morreu pensando no Acre, mesmo doente, ele fazia sua parte tratando os acreanos com amor e carinho”, ponderou dona Diná, emocionada.

Para a viúva de José Augusto, a homenagem é importante para manter viva parte da história do Acre. “É de muita emoção por que há 56 anos atrás, nós estávamos no governo e hoje ainda estarem se lembrando nessa homenagem belíssima importantíssima, não só pra mim, como para minha família e para povo acreano. Por que isso é uma prova de que ele [José Augusto] foi uma pessoa boníssima e que até hoje está sendo lembrado. Isso é muito difícil nos dias atuais”, disse a ex-primeira-dama do Estado, Maria Lúcia Araújo.

Homenageada por incentivar a solidariedade por meio do programa Acre Solidário, a primeira-dama Marlúcia Cândida representou também o governador Tião Viana. “Nós encerramos essa gestão com eterna gratidão. E receber essa medalha cujo nome é do ex-governador José Augusto, pra gente é uma honra muito grande, pois foi um homem que lutou para esse estado ser um Estado libertário, não conseguiu, mas deixou o seu legado, que a gente carrega com muito carinho e respeito”, destacou Marlúcia Cândida.

Mais notícias