https://i0.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/07/IMG_20190730_131211.jpg?resize=818%2C400&ssl=1
Meio Ambiente

Ministro conselheiro da União Europeia visita Espaço Agroflorestal e conhece estande do IMC

Melissa Jares
30.07.2019 17:19
Atualizado 30.07.2019 às 18:29

O ministro conselheiro da União Europeia, Carlos Oliveira, foi conhecer o Espaço AgroFlorestal em companhia do secretário de Meio Ambiente (Sema), Israel Milani, e representante do Sebrae nesta segunda-feira, 29. O Espaço  é coordenado pela Sema e conta com mais de dez parceiros.

“A intenção é mostrar ao ministro o trabalho da Sema na Expoacre 2019 e como estamos conseguindo conciliar o agronegócio com a conservação e preservação do meio ambiente. Por isso resolvi mostrar  o estande do Instituto de Mudanças Climáticas e Regulação de Serviços Ambientais (IMC), um grande parceiro nosso”, disse Milani.

O ministro europeu ficou admirado com as imagens de florestas, rios, animais, povos e comunidades tradicionais que formam a identidade do Acre, em mapping (projeção de vídeo em grande dimensão) no local onde está o IMC.

Ministro conselheiro da União Europeia em visita ao estande do IMC Foto: IMC

Na ocasião, o ministro conheceu o presidente e a chefe de Departamento do Instituto, professor Carlito Cavalcanti e Francisca Arara, respectivamente, e teve a oportunidade de saber um pouco mais sobre o meio ambiente no Acre.

Durante a conversa, Francisca Arara explicou ao ministro europeu que os povos indígenas têm a clareza de que eles já protegem e conservam o meio ambiente. “Nós temos um governador, Gladson Cameli, que está se preocupando com o meio ambiente e por isso nós queremos que as políticas públicas alcancem e valorizem a floresta que mantemos em pé, sobrevivendo e tirando nosso sustento dela”, esclareceu.

O presidente do IMC, professor Carlito, enfatizou a dedicação do governo em aliar o agronegócio com a clareza ambiental necessária para não prejudicar os que dependem do meio ambiente. “Todos nós estamos empenhados em que o governo com o agronegócio de baixas emissões consiga, definitivamente, gerar renda e emprego para tirar 46% das famílias que estão abaixo da linha da pobreza. Esse é o nosso desafio”.

O ministro se mostrou satisfeito e disposto a ajudar a construir esse futuro. “Essa valiosa base ambiental que existe aqui no Acre deve ser preservada. Estou convicto que essa é também a posição dos cidadãos da União Europeia. Não só a sustentação do plano ambiental que o governador vem fazendo, como a melhoria das populações tradicionais da região para assegurar a terra de todos”, finalizou.

O ministro europeu, Carlos Oliveira, veio ao Acre a convite do Sebrae e esteve no último domingo, 28, no Galpão Institucional do governo na Expoacre 2019 em conversa com o governador Gladson Cameli, quando falou que a visita ao estado é um importante marco para o estabelecimento de futuras parcerias. Ele elogiou o governador no que diz respeito ao desenvolvimento social e econômico da região de maneira sustentável.

A atividade de difusão sobre o Sistema de Incentivo aos Serviços Ambientais, SISA, na Expoacre é realizada por meio do Projeto SISA+, com apoio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e Earth Innovation Institute (EII), e no âmbito do Programa REM Acre fase 2 (REDD+ Para Pioneiros), do Banco KfW e Departamento de Negócios, Energia e Estratégia Industrial (BEIS).

Mais notícias