Ressocialização

Na Semana de Tecnologia, adolescentes do ISE expõem projetos realizados nos centros socioeducativos

A Escola Darquinho, que funciona dentro das unidades do Instituto Socioeducativo (ISE), trabalha diversos projetos educacionais com os alunos. Quatro desses projetos são apresentados no Viver Ciência 2019, que acontece no parque de exposições de Rio Branco.

Em conformidade com o tema da feira, que para essa edição trata da Bioeconomia: desenvolvimento e riqueza para a Amazônia, a escola resolveu expor trabalhos que visam a conscientização e o reaproveitamento de materiais recicláveis.

Às meninas do Centro Socioeducativo Mocinha Magalhães coube apresentar o projeto de confecção de sabonetes ecológico – uso sustentável. Durante o processo, as adolescentes utilizam perfumes e flores, o que dá um toque de delicadeza e traz ainda mais qualidade ao produto. A diretora da unidade, Alessandra Viana, ressaltou que esta é apenas uma das atividades realizadas pelas socioeducandas, que rotineiramente participam de cursos e oficinas.

Os alunos apresentaram os materiais que foram produzidos em sala de aula Foto: ISE

Já os meninos do Centro Socioeducativo Acre participaram da feira com a exposição do projeto Reciclando para Florescer. Por meio do projeto, os alunos realizam desde coleta seletiva até a reciclagem do papel que é reutilizado nas atividades da escola. O diretor da unidade, Juscelino Cordeiro, explicou que o projeto, além de oportunizar o aprendizado técnico, tem o objetivo de conscientizar a comunidade escolar sobre a importância da reciclagem dentro e fora do ambiente de estudo.

A diretora da Escola Darquinho, Fabiana Rocha, explicou que os outros dois projetos em exposição são o Zé do Óleo na Escola, realizado no Centro Socioeducativo Santa Juliana, que visa a coleta de resto de óleo de cozinha para a produção de sabão e o projeto Do descartável ao lúdico, que transforma objetos descartáveis em material didático para as salas de aula.

Fabiana ressaltou que, a partir do tema da feira, a equipe pedagógica identificou os projetos a serem trabalhados pelos alunos e uniu a produção dos materiais aos valores a serem desenvolvidos. “Por meio dos projetos, nós avaliamos o senso de responsabilidade, o cuidado com os materiais, a dedicação e o compromisso com os desafios proposto”, destacou.