https://i1.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/07/IMG-20190730-WA0053-1.jpg?resize=1032%2C400&ssl=1
Educação

Oficina de gastronomia movimenta estande do Ieptec na Expoacre

André Ricardo
31.07.2019 17:38
Atualizado 31.07.2019 às 17:53

Com mistérios e sabores ainda pouco conhecidos pelos turistas brasileiros e estrangeiros, o Acre esconde delicadezas da cultura e delícias da culinária regional. Com essa proposta, o Instituto Estadual de Educação Profissional e Tecnológica (Ieptec), por intermédio do Centro de Educação Profissional e Tecnológica de Gastronomia e Hospitalidade, pretende realizar profissionalizações na área, impulsionando, assim, o turismo na região.

Na terça-feira, 30, por exemplo, para divulgar essa proposta foram realizadas duas oficinas, das 14h às 18h, no estande do Ieptec na Expoacre.

Foram quatro horas de oficinas com foco na gastronomia regional, perpassando pelo turismo, trabalhando técnicas de processamento, os cuidados com a alimentação, com exemplos práticos dos processos desde a colheita até o processamento e a guarda dos alimentos.

“Nós não estamos apenas promovendo a instituição, mas através dessas oficinas, estamos promovendo a disseminação de conhecimento e conteúdo como estratégias importantes para o desenvolvimento da gastronomia e do turismo locais”, disse o presidente do Ieptec, Francineudo Costa.

 

Oficina de gastronomia trabalhou técnicas de processamento, os cuidados com a alimentação, com exemplos práticos dos processos desde a colheita até o processamento e a guarda dos alimentos Foto: Ieptec

 

Na ocasião, aproveitando o público presente, também foi abordada a questão da acessibilidade em uma palestra intitulada ‘Diversidade Humana e estratégias e acessibilidade que atenda os diferentes públicos’.

A palestra foi ministrada pela presidente da Associação dos Guias de Turismo do Acre, a turismóloga Ana Maria, legislação. “Focamos na empatia como fator preponderante para acessibilidade atitudinal, a conscientização na tratativa com pessoas com as mais diversas deficiências”, disse.

 

Mais notícias