https://i2.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/08/IMG-20190730-WA0192.jpg?resize=1200%2C400&ssl=1
Cultura

Palco alternativo traz resgate da velha guarda da música acreana durante Expoacre

Katiussi Melo
02.08.2019 18:20
Atualizado 02.08.2019 às 21:41

Um dos destaques na participação do palco alternativo que está sendo organizado pela Fundação Elias Mansour foi a apresentação do músico, cantor e compositor Heloy de Castro, que apresentou sua performance durante a Expoacre 2019.

Heloy de Castro, mineiro radicado no Acre desde o início da década de 80, tocou durante 15 anos no bar e restaurante O Casarão, e nas últimas décadas se apresentou com seu grupo de amigos de profissão e de vida sendo reconhecido como uma dos mais conceituado músicos do Acre.

Apresentação no palco alternativo do cantor e compositor Heloy de castro Foto: Edson Bruno

O músico foi preterido na maioria das vezes dos grandes eventos oficiais do Acre anos atrás, teve seus projetos artísticos negados inúmeras vezes em alguns editais, porém nunca desistiu, e persiste atualmente aprimorando e buscando oportunidades na carreira musical acreditando que novos tempos estão surgindo na atual gestão.

Na Expoacre 2019 voltou a cantar com seu grupo ao lado de João Veras, Clevison Batista, Écio Rogério, entre outros convidados especiais, levados por belas canções como mensageiros musicais da floresta, dos rios, dos seringueiros, dos bichos e dos índios. Atualmente o músico se apresenta todas as sextas-feiras em uma casa noturna de Rio branco.

Para Heloy a participação na Expoacre serviu como uma esperança para a abertura de novos caminhos para a música acreana, e um incentivo para a velha guarda da música, assim como uma motivação para a nova geração de músicos que buscam se manter na cena cultural acreana.

Novos tempos, uma nova visão de futuro acredita o artista  Foto: Edson Bruno

“É um recomeço para a categoria, é um resgate para nossa cultura, agradeço ao governador Gladson Cameli através do presidente da FEM, Correinha, pela oportunidade que nos deu e pelo o olhar dessa nova gestão para a classe musical, que possamos contribuir, caminhar juntos e oportunizar junto com o governo o crescimento da nossa cultura”, finalizou Heloy de Castro

 

 

Mais notícias