Videomonitoramento

Pela primeira vez, videomonitoramento auxilia na segurança da Expoacre Juruá

A Expoacre Juruá é o maior evento de agronegócios da região. Devido ao grande porte desse tipo de feira é necessário se pensar em um forte esquema que garanta a segurança dos visitantes e expositores. Assim, a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) destacou centenas de operadores de segurança para a manutenção da ordem durante os dias do evento.

Foram 280 policiais atuando durante todos os dias. Eles realizaram o trabalho de fiscalização e controle do fluxo de pessoas, além de estarem preparados para o gerenciamento em possíveis ocorrências.

O videomonitoramento foi realizado em parceria com a empresa Monitore, Informática e Segurança Eletrônica Foto: Neto Lucena/Secom

Além do policiamento ostensivo, a secretaria implantou, em parceria com a empresa Monitore, Informática e Segurança Eletrônica, uma plataforma de videomonitoramento fixa, com uma central, que conta com quatro câmeras. A ação ocorreu de forma inédita na história da feira que já está em sua 16ª edição.

De acordo com o secretário de Justiça e Segurança Pública, Paulo Cézar Santos, o monitoramento da cidade de Cruzeiro do Sul foi todo renovado. “Nós trouxemos uma equipe de Rio Branco e o monitoramento que apresentava deficiência desde o ano passado foi todo revigorado. Todas as câmeras foram recuperadas e voltaram a funcionar, bem como a administração do parque instalou câmeras internas que também estão a disposição do policiamento no sentido de fazer algumas intervenções”, disse.

Sensação de Segurança

A dona de casa Fabiana Lima visitou a feira agropecuária e afirmou se sentir segura no espaço, tendo em vista organização e a presença dos policiais. “Em todo o parque é possível enxergar a presença das polícias. Eu não vi confusão, o que gera em nós uma forte sensação de segurança”, disse.

Ela ficou surpresa ao saber do videomonitoramento e afirmou que não sabia que essa tecnologia estava sendo utilizada no evento. “Eu me sinto ainda mais segura. É uma boa ideia utilizar a tecnologia para essa finalidade”, finalizou.