Não às drogas

Polícia Militar realiza formatura do Proerd na Escola Ramona de Castro

A Polícia Militar, por meio da Coordenação Estadual do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), realizou na tarde desta sexta-feira, 1, a formatura de 47 alunos do 5° ano da Escola Ramona Mula Pastor de Castro, localizada na área da baixada, com o lema ‘Nossas crianças longe das drogas’.

O programa é desenvolvido por meio de uma parceria entre a Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (SEE) e a Polícia Militar do Acre (PMAC), com o objetivo de atuar na prevenção do uso de drogas e contra a disseminação da violência dentro e fora da escola.

Formatura de 47 alunos da Escola Ramona de Castro pelo Proerd. Foto: Clícia Araújo/Ascom SEE

A solenidade contou com a presença do tenente Leandro Filho que coordena o programa, a comunidade escolar, a banda de música da PM, os pais e responsáveis pelos alunos, além dos policiais instrutores das crianças na escola pelo Proerd.

De acordo com o coordenador do Proerd, tenente Leandro Filho, “a Polícia Militar tem a preocupação de levar para a escola a prevenção primária, orientando as crianças a respeito dos malefícios que as drogas causam na vida de uma pessoa. O Proerd leva ainda, outros ensinamentos como a questão do civismo, a cidadania, os bons costumes, a valorização da família e a valorização da escola. Uma gama de informações que o policial instrutor do programa leva para as crianças através do Proerd na escola”, concluiu o tenente.

Proerd foi implantado no Acre em 1999 e atende crianças do 5º ano das escolas públicas e privadas Foto: Clícia Araújo/Ascom SEE

O programa foi implantado no Acre em 1999, atendendo estudantes do 5º ano de escolas públicas estaduais, municipais e também de escolas particulares. Nesse segundo semestre de 2019, 28 escolas em Rio Branco estão sendo atendidas e até dezembro todas estarão com seus alunos formados.

“A polícia militar é o aparelho repressor do Estado, geralmente a gente espera que ela vá punir, que vá atuar no cumprimento de cercear a liberdade de quem descumpre a lei, mas quando chega na escola, como professor do Proerd, o policial muda de lado para se tornar um educador, já para evitar danos futuros para as crianças. Para nós o programa é de fundamental importância, afinal, nós estamos plantando e cultivando a próxima geração que esperamos que tenha muito sucesso, e o Proerd com certeza, é nosso parceiro”, mencionou a professora Invaneide Tavares, coordenadora Pedagógica.

Os alunos que tiveram as melhores redações receberam medalha. Foto: Clícia Araújo/Ascom SEE

Os alunos foram orientados a produzir um texto contendo todas as informações que eles aprenderam durante o curso, dentre os alunos se destacaram os que apresentaram as melhores redações e foram homenageados com medalhas.