https://i1.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2012/02/2012_fevereiro_01_thumbnails_d_marlucia_visita_desabrigados_foto986d987f56f987sergio_vale_6.jpg?resize=800%2C400&ssl=1
Geral

Primeira-dama visita abrigos para desalojados pela cheia

Onides Bonaccorsi Queiroz
19.02.2012 22:04
Atualizado 19.02.2012 às 22:04

Foliões também podem contribuir levando doações à Amadeu Barbosa

Nos abrigos, a primeira-dama conversou com as famílias e acompanhou os serviços que estão sendo prestados a elas (Foto: Sérgio Vale/Secom)
Nos abrigos, a primeira-dama conversou com as famílias e acompanhou os serviços que estão sendo prestados a elas (Foto: Sérgio Vale/Secom)

Nos abrigos, a primeira-dama conversou com as famílias e acompanhou os serviços que estão sendo prestados a elas (Foto: Sérgio Vale/Secom)

Na tarde de domingo, 19, a primeira-dama Marlúcia Cândida visitou, em Rio Branco, alguns abrigos para as famílias desalojadas pela inundação do Rio Acre. Esteve no Sebrae, na Avenida Ceará, e no Ginásio Álvaro Dantas (Ginásio Coberto), na Baixada do Sol.

“É importante acompanhar as ações da Campanha Acre Solidário, saudar as pessoas e transmitir-lhes confiança neste momento difícil”, justificou a primeira-dama. Quanto às doações, Dona Marlúcia falou que, como a maior parte das pessoas que chega ao abrigo são crianças de até quatro anos, é fundamental arrecadar fraldas, leite em pó e massa de mingau. Produtos de higiene pessoal e de limpeza também estão sendo considerados prioridade.

Brincantes Solidários

 

Os foliões do ‘Carnaval Legal que Só’ podem brincar à vontade. Mas bonito é se lembrar dos concidadãos que estão atravessando dificuldades. Assim, os que quiserem contribuir com o Acre Solidário devem levar suas doações para a Avenida Amadeo Barbosa e entregá-las numa das portarias. Cestas básicas, produtos de limpeza e roupas também são bem-vindos.

 "É importante transmitir confiança neste momento difícil", diz dona Márlucia  (Foto: Sérgio Vale/Secom)

“É importante transmitir confiança neste momento difícil”, diz dona Márlucia (Foto: Sérgio Vale/Secom)

Voluntários

As pessoas que quiserem ajudar com força de trabalho devem se apresentar na administração de um dos quatro locais de acolhimento dos desabrigados: Sebrae, Parque de Exposições, Ginásio Coberto e Sest/Senat.

Mais notícias