https://i1.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/09/06-1.jpg?resize=985%2C400&ssl=1
Cidade do Povo

Primeira-dama visita o Sebrae em busca de parcerias para a Escola de Gastronomia

Luana Lima
06.09.2019 16:28
Atualizado 06.09.2019 às 16:32

Em busca de parcerias para o fortalecimento da Escola de Gastronomia e Hospitalidade Miriam Assis Felício, o Governo do Estado, por meio do gabinete da primeira-dama, esteve em visita à sede do Sebrae no Acre, nesta quinta-feira, 5.

Recebida pelo diretor técnico do Sebrae, Lauro Santos, a primeira-dama, Ana Paula Cameli, destacou a importância de uma parceria com o Sebrae e do Senac com a Escola de gastronomia e apresentou toda a visão da escola que primordialmente atenderá alunos do bairro Cidade do Povo.

“A intenção desta visita é firmarmos uma parceria para garantir qualificações aos alunos voltada também para o empreendedorismo”, disse a primeira-dama, Ana Paula Cameli. Foto: Neto Lucena.

“A intenção desta visita é firmarmos uma parceria para garantir qualificações aos alunos voltada também para o empreendedorismo. Sabemos que o Sebrae tem essa força e nosso intuito é promover junto ao Sebrae formas de dar todo o suporte para integrar os alunos ao mercado de trabalho”, explicou a primeira-dama.

“O Governo do Estado e eu estamos com um olhar especial para as crianças autistas e com Síndrome de Down e queremos valorizá-los e incluí-los, realizando um trabalho em conjunto para formar também esses jovens”, completou Ana Paula Cameli.

“É nosso desejo promover um trabalho em conjunto com o Governo do Estado, por meio do gabinete da primeira-dama, com o olhar voltado para as crianças autistas, com Síndrome de Down”, Ressaltou, o diretor técnico do Sebrae, Lauro Santos. Foto: Neto Lucena.

O diretor técnico do Sebrae, Lauro Santos, destacou que a instituição disponibiliza toda sua estrutura e apoia essa iniciativa junto ao Governo do Estado, pois a  missão do Sebrae no Acre é promover o desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo para fortalecer a economia preocupando-se com a questão social e a inclusão das minorias.

“É nosso desejo promover um trabalho em conjunto com o Governo do Estado, por meio do gabinete da primeira-dama, com o olhar voltado para as crianças autistas, com Síndrome de Down e certamente contaremos com a ajuda de parceiros para a realização deste projeto”, salientou Lauro Santos.

A pretensão da Escola de Gastronomia é incluir e qualificar profissionais em todas as áreas, promovendo feiras e palestras para motivar os alunos.

Para Izanelda Magalhães, assessora técnica da Escola de Gastronomia, a expectativa é grande para o início dos cursos. Uma novidade será a formação de jovens com Down, os chefinhos.

“Eles vão ter uma semana de aula, durante a qual irão aprender um pouco de tudo, a fazer o pão, a pizza, um macarrão, por exemplo, e assim a escola terá esse envolvimento com a inclusão das minorias, aqueles que ficam invisíveis para uma  parte da sociedade. A escola será uma grande formadora de profissionais para o setor de gastronomia e queremos fazer a inauguração com este cunho social”, afirmou Izanelda Magalhães.

Izanelda aproveitou a reunião e solicitou junto ao Senac a doação de livros de gastronomia para a escola, e a possibilidade de palestras com profissionais da área com o intuito de motivar os alunos na área de gastronomia.

Mais notícias