https://i1.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/07/PHOTO-2019-07-11-18-17-23.jpg?resize=1024%2C400&ssl=1
Cidades do Acre

Profissionais de Acrelândia recebem orientação para fortalecer programas sociais

Emilly Souza
13.07.2019 10:30
Atualizado 13.07.2019 às 11:07

O Governo do Estado do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Assistencial Social, dos Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres (SEASDHM), realizou uma agenda de apoio técnico às equipes que atuam na execução dos Programas de Promoção do Acesso ao Mundo do Trabalho (ACESSUAS Trabalho) e da Primeira Infância no SUAS – Criança Feliz  no município de Acrelândia nos dias 11 e 12 de julho.

O projeto é uma iniciativa do Governo Federal e parte de um conjunto de ações de articulação de políticas públicas e de mobilização para o acompanhamento de pessoas em situação de vulnerabilidade social.

O ACESSUAS busca a autonomia das famílias usuárias da Política de Assistência Social, por meio da integração ao mundo do trabalho. No Acre, nove cidades participam do programa. A população urbana e rural entre 14 e 59 anos de idade em situação de risco social é o público-alvo do programa.

Já o Programa Criança Feliz promove o desenvolvimento integral das crianças na primeira infância, considerando sua família e seu contexto de vida. Ao todo são 18 municípios participantes do Programa no Acre.

O objetivo da visita foi orientar e dar suporte técnico, visando fortalecer a execução dos programas, proporcionando o alinhamento das informações, bem como responder as principais dúvidas, traçando estratégias entre o Estado e o município para atingir os objetivos.

“Estar com a equipe municipal, realizando o apoio técnico e conhecendo suas dificuldades, e também reconhecendo seus avanços é muito importância para execução do Programa”, destacou a coordenadora do Programa Criança Feliz, Cristina Duarte.

A atuação dos dois programas no município tem alcance direto de 200 beneficiários e suas famílias, sendo atendidos indiretamente cerca de 500 usuários pela Política de Assistência Social, dentro da Proteção Social Básica, fortalecendo seus vínculos familiares e sociais.

A proposta dos encontros é garantir que as equipes dos municípios alcancem 100% das metas e ações realizadas com qualidade dentro do que recomenda a Política de Assistência Social para que os índices relacionados à população apresentem melhoria.

Mais notícias