https://i1.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/07/IMG-20190709-WA0057.jpg?resize=1200%2C400&ssl=1
Educação

Programa ‘Primeira Infância’ promove capacitação no Juruá

Luana Lima
10.07.2019 15:03
Atualizado 10.07.2019 às 21:06

A equipe de referência municipal, supervisores e visitadores dos municípios são o público-alvo para essa capacitação

Com o objetivo de promover o desenvolvimento integral das crianças na primeira infância, o governo do Estado do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres (SEASDHM), realiza no período de 8 a 12 de julho no município de Cruzeiro do Sul, a capacitação de gestão do Programa Primeira Infância no Sistema Único de Assistência Social (SUAS) – Criança Feliz.

A equipe de referência municipal, supervisores e visitadores do Programa Primeira Infância são o público-alvo da qualificação, que irá resultar na melhoria da metodologia de utilização do Guia para Visita Domiciliar.

A equipe de referência municipal, supervisores e visitadores dos municípios são o público-alvo para essa capacitação Foto: Cedida

A coordenação Estadual do Programa organizou a capacitação regionalizada com carga horária de 40 horas para 35 gestores participantes de Cruzeiro do Sul, Marechal Taumaturgo, Mâncio Lima, Rodrigues Alves e Porto Walter que compõem a regional Juruá. Alcançando assim, 800 beneficiários indiretos atendidos pelo Programa Primeira Infância no SUAS – Criança Feliz (PCF).

A secretária de Estado de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres, Claire Cameli, destacou que a ação proporcionará aos supervisores e visitadores do Programa Primeira Infância no SUAS – Criança Feliz nos municípios, o conhecimento da teoria e prática com qualidade.

“O governo do Estado continua contribuindo no que compete à pasta da SEASDHM para o aprimoramento do PCF no estado, garantido aos municípios a qualidade em suas ações bem como o fortalecimento do programa em todas as regionais, frisando que ainda virão várias ações neste sentido e não só do PFC, mas de outros programas”, disse Claire Cameli.

A supervisora do Programa Primeira Infância, Xaris Demétrio, explicou que a metodologia da capacitação está sendo desenvolvida por intermédio de curso presencial, composto de aulas expositivas, aulas dialogadas, vídeos de capacitação, atividades práticas, vivenciadas e dinâmicas, tendo como suporte teórico os conteúdos trazidos no material “Programa Criança Feliz: Guia para Visita Domiciliar”, publicado pelo Ministério da Cidadania.

“O PCF é a chave para o sucesso do Brasil no futuro, hoje sabemos que o desenvolvimento infantil é uma janela de oportunidades na primeira infância. O método das visitas domiciliares realizado pelos visitadores traz fortalecimento e apoio as famílias que recebem o programa”, ressaltou Xaris Demétrio.

Para a supervisora do Programa de Cruzeiro do Sul, Maria José Ferreira, o Criança Feliz é um programa que prioriza gestantes e crianças de até três anos beneficiárias do Bolsa Família e Cadastro Único e crianças de até seis anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

“A formação continuada é algo indispensável para a equipe, de maneira que proporciona conhecimento e segurança na prática das atividades diárias, além de melhor qualificação para os profissionais em campo”, salientou Maria José Ferreira.

Ao término da capacitação haverá a avaliação de aprendizagem com um teste final e individual. Será considerado habilitado, o aluno que obtiver pelo menos 60% de acertos. O aluno que obtiver índice inferior a 60% de acertos deverá realizar o curso novamente. A SEASDHM espera que as equipes dos referidos municípios se consolidem, de modo a atingir 100% das metas pactuadas e ações realizadas com qualidade técnica.

Objetivos do Programa Primeira Infância no SUAS – Criança Feliz

  • apoiar a gestante e a família na preparação para o nascimento e nos cuidados perinatais;
  • colaborar no exercício da parentalidade, fortalecendo os vínculos e o papel das famílias para o desempenho da função de cuidado, proteção e educação de crianças na infância;
  • mediar o acesso da gestante, das crianças e das suas famílias a políticas e serviços públicos; e
  • integrar, ampliar e fortalecer ações de políticas públicas voltadas para as gestantes, crianças na primeira infância e suas famílias.

Público prioritário

  • Gestantes beneficiárias do Programa Bolsa Família.
  • Crianças beneficiárias do Programa Bolsa Família (0 a 36 meses).
  • Crianças beneficiárias do Benefício de Prestação Continuada (0 a 72 meses).
  • Gestantes e Crianças incluídas no CadÚnico.

Mais notícias