https://i2.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/03/IMG-20190325-WA0015.jpg?resize=1152%2C400&ssl=1
Educação

Projeto de horta contribui para ressocialização de menores em conflito com a lei

Alessandro Silva
26.03.2019 10:47
Atualizado 26.03.2019 às 13:52

Talvez pareça simples porém, para centenas de adolescentes que cumprem medidas socioeducativa após atos infracionais, as ações desenvolvidas nos centros socioeducativos dos municípios de Sena Madureira e Cruzeiro do Sul, tem grande importância na reeducação destes adolescentes internos.

O diretor responsável pelo Centro Socioeducativo do Juruá, Cleiton Carvalho, e o do Centro Socioeducativo de Sena Madureira,  Josué Silva, apostaram no cultivo de hortaliças feito pelos próprios adolescentes. Eles cuidam e dão manutenção ao cultivo.

As hortaliças  são incluídas na alimentação dos internos e vendidas para alguns comerciantes e familiares. Os recursos arrecadados são investidos na unidade e muitas vezes em ajuda para as famílias dos internos, que muitas vezes passam por necessidade. Com a venda das hortaliças são compradas cestas básicas distribuídas para estes familiares.

As hortaliças cultivadas são incluídas na alimentação dos internos e vendidas para alguns comerciantes e familiares (Foto: Cedidas)

O presidente do Instituto Socioeducativo no Acre Rogério Oliveira, destaca a importância das hortas e sugere que outros centros deveriam implantar este projeto.

“Tivemos uma boa aceitação e comprometimento de todas as partes envolvidas, gerando empolgação e o bom desempenho dos socioeducandos”, destaca Rogério.

Mais notícias