Segurança

Reformulação da Polícia Civil possibilita operação rápida e eficiente contra o crime

Da Redação
05.03.2009 16:35
Atualizado 05.03.2009 às 16:35

Nova política resulta na prisão de acusados de assaltar e matar dois em Rio Branco

A Polícia Civil prendeu nesta quinta-feira, 5, Artur Romoile Alves da Silva, acusado de assaltar e matar Carlos Luiz da Silva e Raimundo Lustosa Leão. Artur, 19, confessou os crimes e foi reconhecido por testemunhas de outros assaltos realizados em Rio Branco. O Grupo Antiassalto da Polícia Civil (Gapc) localizou Artur na Fazenda Paraná, em Xapuri, de onde, segundo o delegado Cleilton Videira, sairia para a Bolívia. "Ele estava se preparando para fugir", disse o delegado.

A prisão de Artur já é resultado da reestruturação do sistema de segurança pública do Acre, que deu maior celeridade à ação policial.  Carlos Luiz foi morto no último sábado  em sua casa, no bairro Mauri Sergio, ao tentar reagir a uma tentativa de roubo de sua motocicleta. Raimundo Leão trabalhava vendendo frutas e verduras no bairro do Bosque e foi morto por volta das 3 horas do último domingo quando ia começar o trabalho.

Mais notícias