https://i1.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2019/10/WhatsApp-Image-2019-10-05-at-23.27.27.jpeg?resize=1200%2C400&ssl=1
Saúde

Saúde Itinerante em Plácido de Castro reduz demanda reprimida de atendimentos especializados

Fhaidy Acosta
07.10.2019 9:54
Atualizado 07.10.2019 às 11:19

Sabendo das dificuldades logísticas da população, que em sua maioria se desloca de áreas rurais em busca de atendimento médico, e, também sobre a demanda reprimida nas áreas de especialidades, a Secretária de Estado de Saúde, Mônica Feres, atendeu ao pedido do município e enviou uma equipe para realizar a ação do Programa Saúde Itinerante, no município de Plácido de Castro.

Na sexta-feira, 04, e sábado, 05, foram realizados 753 atendimentos em diversas áreas. Os atendimentos realizados na Escola Municipal José Valmir de Lima tiveram como parceiros a Prefeitura, a Secretaria municipal de Saúde e o Exército Brasileiro – Terceiro Pelotão Especial de Fronteira.

A Secretária, que fez questão de participar da ação, falou da importância em garantir o acesso a saúde. “Eu digo que a gente não veio apenas visitar, digo que é uma obrigação do estado, mas o estado não faz nada sozinho. Essa parceria com a União e os municípios, e com boas práticas, essas nossas ações de itinerante em trazer saúde para perto da casa das pessoas, acho que é isso que importa. E vamos nos esforçar para trazer mais vezes as consultas em especialidades pra cá e para todos os municípios do Acre”, destaca Mônica Feres.

Atendimentos

“Esses atendimentos foram voltados para os pacientes que estavam com agendamento para Fundação Hospitalar, quase 400 pessoas que estavam na fila de espera. Essa é uma preocupação do nosso governo do estado e secretária que esses pacientes sejam atendidos in loco e com isso diminuir a fila de espera da Fundação”, pontua a coordenadora do Programa Saúde Itinerante, Rosemary Vânia Fernandes.

Foram realizadas 366 consultas médicas sendo: 161 Ortopedia, 60 otorrinolaringologia, 36 neurologia, 25 pediatria, 11 psiquiatria. As 73 consultas em clínica geral foram com apoio dos médicos do exército.

Os 257 pacientes atendidos nas especialidades de ortopedia, otorrinolaringologia e neurologia estavam aguardando consultas na Fundação Hospitalar.

Exames realizados: 35, nasolaringoscopia; 35, Raio-X; 103(realizado no Hospital Geral Dr Marinho Monte). Testes rápidos para HIV, Sífilis, HBSAg e HCV: 35.

Além dos 188 exames realizados, 34 pacientes tiveram seus exames (ressonância, tomografia, ultrassonografia e densiometria óssea) regulados para do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into/Acre),  em Rio Branco. E também 30 atendimentos do serviço social, 60 de enfermagem, 70 dispensação de medicamentos e  cinco  palestras sobre o câncer de mama.

 

Mais notícias