https://i1.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2009/05/fotos_0001_maio_2009_pm_czs2.jpg?resize=600%2C398&ssl=1
Segurança

Secretária de Segurança visita Cruzeiro do Sul e anuncia medidas emergenciais para o Vale do Juruá

Luciana Teixeira, CRUZEIRO DO SUL
08.05.2009 17:52
Atualizado 08.05.2009 às 17:52

Márcia Regina aproveitou para anunciar as medidas que já estavam previstas para equipar e aumentar o efetivo policial da cidade

pm_czs2.jpg

Márcia Regina apresentou os investimentos emergenciais e de longo prazo do Governo para reforço policial na região (Foto: Onofre Brito/Secom)

Reforço do policiamento ostensivo na cidade e nos locais de difícil acesso, reativação do Comando Águia, intensificação da fiscalização de bares e mais a presença interina de um delegado e mais três agentes de Rio Branco que ficam no município até o mês de junho, quando serão enviados seis novos delegados para atuar na região, são algumas das ações imediatas anunciadas pela secretária de Estado de Segurança Pública, Márcia Regina, que esteve em Cruzeiro do Sul e na manhã dessa sexta-feira fez anúncio dessas ações emergenciais para o município, através de entrevista coletiva prestada à imprensa local, na sede do Ciosp.

As ações a serem executadas são no sentido de conter o aumento da violência registrado no primeiro quadrimestre em Cruzeiro do Sul. "Vamos atuar de forma mais intensa para darmos uma resposta efetiva no sentido de amenizar a situação de violência no município", disse a secretária.

Para o mês de junho, foi destacada a vinda de seis novos delegados para a região, cinco para Cruzeiro do Sul – um para atuar na Delegacia da Mulher e o outro para atender no município de Mâncio Lima. Os novos delegados passam por capacitação, realizando curso de formação na área, na academia da Polícia Civil.

Como ações posteriores, a secretária anunciou investimentos para o melhoramento das condições estruturais e pessoais do policiamento, através de reforma, ampliação e informatização das delegacias de Polícia Civil da regional, a aquisição de mais 11 viaturas, motos, barco e lancha e equipamentos de proteção individual para a polícia militar. A reforma da delegacia civil de Cruzeiro do Sul será no valor de R$ 1 milhão, recurso disponibilizado pelo BNDES com início marcado para o mês de agosto.         

A secretária de segurança pública destacou ainda que o setor não deve ser visto apenas como uma ação de polícia, mas que precisa de um espírito colaborativo de toda a sociedade para acontecer. Dessa feita, a secretária confirmou sua vinda ao município no próximo mês, para uma visita mais prolongada onde estará visitando toda a regional para identificar as causas que estão impactando a violência urbana e estabelecer parcerias no sentido de contê-las.

O diretor da Polícia Civil, Vanderlei Thomas, apresentou o delegado Cleilton Videira que vai atender interinamente na delegacia de Cruzeiro do Sul junto ao delegado Barbosa, até a vinda dos novos delegados. Ele anunciou que junto aos seis delegados que vêm para o município no próximo mês, chegam 12 escrivães e 3 peritos para a região. Os delegados também vão prestar atendimento nas cidades de Thaumaturgo e Porto Walter. "São medidas que nós reputamos como muito importantes, pois o trabalho da polícia judiciária merece ser melhorado no Vale do Juruá, com essas medidas, acreditamos que o trabalho terá mais qualidade e por consequência a sociedade será beneficiada com isso."

Segundo o delegado Cleilton Videira, a principal ação a ser executada no período em que vai assumir a delegacia geral da polícia civil, diz respeito ao cumprimento da lei que regula o funcionamento e o horário de atendimento nos bares. Para isso será necessário o recadastramento dos estabelecimentos como bares ou casas noturnas. "Detectamos que a maioria dos crimes que ocorrem, principalmente contra a vida, estão relacionados ao consumo excessivo de bebida alcoólica, dessa feita estaremos realizando blitz dia e noite para combater esse problema."

O coronel Ramalho, da Polícia Militar, ressaltou que dentro das ações de policiamento ostensivo, consta a partir de agora a potencialização do policiamento a pé no centro da cidade com o pessoal do expediente, e mais seis agentes da polícia em motocicletas; o mesmo será feito com o agrupamento águia, policiais treinados para fazer a patrulha em motocicletas em locais de vulnerabilidade e de difícil acesso.

O Governo do Estado tem um planejamento para estabelecer políticas de segurança pública e onde for necessário melhorias para esse fim, não serão medidos esforços para fazê-lo, enfatizou a secretária de segurança Márcia Regina. Ela destacou ainda que a política de segurança pública está voltada principalmente para a atuação regional, a ação integrada das polícias civil e militar, uma prevenção maior e atendimento ao cidadão. "A população precisa ter um padrão de atendimento de qualidade na área da segurança, em qualquer município do estado. Para isso, nós estamos trabalhando. Para que possamos avançar cada vez mais rumo a essas melhorias", finalizou.

Mais notícias