Cultura

Tião Viana e Marlúcia Cândida entregam o Centro-Escola de Gastronomia e Hospitalidade

Samuel Bryan
22.12.2018 13:24

Consolidando os investimentos do governo do Estado ao longo dos últimos oito anos na área de culinária e turismo, o governador Tião Viana e a primeira-dama Marlúcia Cândida entregaram na manhã deste sábado, 22, o Centro-Escola de Gastronomia e Hospitalidade Miriam Assis Felício.

O empreendimento consolida as políticas públicas do governo do Estado na área de gastronomia e serviços de hotelaria nos últimos oito anos (Foto: Sérgio Vale/Secom)

Localizado na Cidade do Povo, maior conjunto habitacional do Acre, o empreendimento soma quase R$ 12 milhões em investimentos numa área de 2.400 metros quadrados, possuindo salas de aulas, laboratórios de restaurantes e hotelaria, bar e cafeteria, cozinha experimental, panificação e confeitaria, práticas livres de hotelaria (camareira e recepção), biblioteca e lanchonete, além de outras áreas de convivência e formação.

Para o governador, o Centro-Escola será um símbolo de um setor que disparou no Acre nos últimos anos e ainda pode trazer inúmeros reconhecimentos ao estado por sua diversidade de sabores regionais.

“Isso aqui abre um caminho muito especial para o futuro do Acre. Nós temos um avanço na produção rural, na pecuária, na agricultura, na atividade madeireira, transformação de produtos extrativistas, a entrada da suinocultura, a piscicultura e agora surge essa agenda forte da gastronomia por uma unidade formadora. Estamos abrindo um caminho de crescimento econômico e é isso que queremos para o Acre, que seja um endereço da gastronomia na Amazônia”, destaca Tião Viana.

Um conceito único

Nos últimos anos, a culinária acreana tem sido reconhecida em vários territórios gastronômicos (Foto: Sérgio Vale/Secom)

Idealizado e com o projeto doado pela arquiteta Marlúcia Cândida, a criação da escola é fruto de uma ação conjunta do Instituto Dom Moacyr Grecci, Secretaria de Estado de Turismo (Setul), com a assessoria técnica prestada pela empresa paulista Margot Botti Gastronomia e Cultura.

Desde 2012, Marlúcia busca maneiras de incentivar melhorias consideráveis no setor gastronômico e de hotelaria no Acre. Foram criados cursos que formaram mais de 600 jovens na área, além de parcerias nacionais e internacionais com profissionais do Peru e Bolívia.

Assim, com a descoberta dos condimentos da Amazônia pelos grandes chefs brasileiros e de outros países, além de inúmeros profissionais na área, a culinária acreana tem sido reconhecida em vários territórios gastronômicos.

“Essa Escola é um marco por juntar várias políticas públicas do governo realizadas ao longo de quase oito anos. Unimos aquilo que criamos como as cadeias de proteína animal com aquilo que a floresta oferece, como sementes, os óleos, as raízes, as batatas e juntamos tudo isso na nossa cultura. Então o desenvolvimento de toda essa cadeia produtiva vem pra essa Escola que na verdade é um Centro de pesquisa para esses produtos serem transformados em algo de alta qualidade para o consumo alimentar”, conta a primeira-dama.

Homenagem a Dona Miriam

Miriam Assis Felício, a famosa Dona Miriam, foi uma exímia mestra na cozinha e junto com o marido criou a fábrica Miragina (Foto: Sérgio Vale/Secom)

O Centro-Escola de Gastronomia e Hospitalidade recebe o nome da senhora Miriam Assis Felício, a famosa Dona Miriam, uma exímia mestra na cozinha. Suas receitas eram de dar água na boca. Elaborava de comida regional do Norte a iguarias libanesas, herança de seus ascendentes. E foi responsável por realizar banquetes para três presidentes.

Casada com o empresário Abrahão Felício, juntos criaram em 1967 a Indústria Miragina, fábrica de pães, biscoitos e massas.

Representando a família, o filho de Dona Miriam, José Luiz Felício, conta o tamanho da honra que é ver o nome da mãe no espaço. “Temos um sentimento de agradecimento especial. Uma das coisas que ela mais gostava era de ensinar. Ela fez muitos cursos de gastronomia com senhoras da cidade e isso nos engrandece muito. Com certeza se ela estivesse aqui ainda, ela estaria completamente envolvida”.

Mais notícias