https://i1.wp.com/www.agencia.ac.gov.br/wp-content/uploads/2014/02/flash_bibliotecaczs_20_02_14_SV-7.jpg?resize=1200%2C400&ssl=1
Educação

Tião Viana entrega a nova biblioteca pública de Cruzeiro do Sul

Samuel Bryan
20.02.2014 22:29
Atualizado 21.02.2014 às 15:31

1-Tião Viana inaugura a nova biblioteca de Cruzeiro do Sul num investimento de quase R$ 12 milhões (Foto: Sérgio Vale/Secom)

Tião Viana inaugura a nova biblioteca de Cruzeiro do Sul num investimento de quase R$ 12 milhões (Foto: Sérgio Vale/Secom)

Monteiro Lobato disse que “um país se faz com homens e livros”. E foi inspirado nesse pensamento que o governador Tião Viana entregou nesta quinta-feira, 20, a Biblioteca Pública Estadual Padre Trindade, em Cruzeiro do Sul. O momento histórico entregou à população a biblioteca feita no conceito “vivo”, uma estrutura dinâmica, agradável e acolhedora, já nascendo como uma referência em cultura e educação para todo o estado.

Fundada em 1999, a biblioteca passou por uma reforma num investimento de mais de R$ 4 milhões. Para a compra de mobiliário, equipamentos e 23 mil títulos entre livros, CDs, DVDs, revistas, HQs e livros em braile, os recursos foram de mais de R$ 7 milhões. O prédio espelhado tem cerca de 1.300 metros quadrados, divididos em quatro pavimentos, mais o anexo, restaurado, no lugar onde funcionava um antigo comércio da cidade. O espaço abriga o salão de leitura para estudos e pesquisas, além do mezanino do Espaço HQ, o acervo literário amazônico, e geral. São 52 funcionários, sendo 36 agentes de leitura.

2-Com conceito “vivo”, a biblioteca é um espaço belo, confortável e com multisserviços. São 23 mil títulos (Foto: Sérgio Vale/Secom)

Com conceito “vivo”, a biblioteca é um espaço belo, confortável e com multisserviços. São 23 mil títulos (Foto: Sérgio Vale/Secom)

Um momento emocionante para o próprio governador Tião Viana: “Isso tudo é fruto de uma manifestação de amor pela juventude e todo o futuro do Acre. Esse é um ambiente de reafirmar valores. Aqui há liberdade para o pensamento, daqui podem sair líderes, porque o livro puxa o coração para o mundo”.

A Biblioteca é coordenada pelo Departamento do Livro e Leitura (Dell), da Fundação de Cultura Elias Mansour (FEM) e funcionará de segunda a sábado, das 8 às 21 horas. Oferecerá atividades no Espaço HQ, programação de contação de história, teatro, “Comunidade Digital” com acesso gratuito à internet e muitas outras atividades. “A entrega de uma biblioteca é sempre um momento especial. Mais uma vez nos tornamos referência em educação por bibliotecas num espaço verdadeiramente vivo, que insere a pessoa”, disse a presidente da FEM, Karla Martins.

Homenagens

A biblioteca não recebeu o nome do Padre Trindade à toa. Raymundo Agnaldo Pereira Trindade era  conhecido de todos pelo zelo à retórica e à oratória. Era conhecido pela comunidade pelo seu “coração de pai”, disposto a ajudar as pessoas. Trindade, amazonense radicado no Acre, acreditava no ser humano. Foi pároco da catedral por 19 anos e reitor do Seminário Maior São João Maria Vianney por mais três anos. Por muitos anos foi inspetor de ensino e coordenador de Educação da Secretaria de Estado da Educação no Alto Juruá.

G0024831_Fotor_Collage

Outra homenageada na inauguração da biblioteca foi a ex-primeira dama do estado, Beatriz Cameli. Apaixonada por literatura, Beatriz foi agraciada pelo governador Tião Viana como Patronesse da biblioteca. “A biblioteca não é mais vista como um lugar chato, com um amontoado de livros, mas sim um espaço dinâmico, atraente para todas as idades”, disse Beatriz emocionada.

Já em sua inauguração a biblioteca atraiu centenas de pessoas, como a jovem estudante do terceiro ano do ensino médio, Desdemisia Lima: “Esse é um espaço muito bonito, aconchegante. Para nós estudantes é excelente”. Já Valdemira Furtado, que faz curto técnico no Ifac, ficou encantada com as possibilidades: “Nós estudantes não tínhamos um espaço digno como esse. Tô muito empolgada, já vi até uns livros muito interessantes aqui pra mim”.

biblioteca_Fotor_Collage

O que disseram

“Nossa biblioteca fica perto da catedral e do Teatro dos Náuas. É um lugar especial, numa localização especial. Daqui eu sinto que vai sair o futuro do nosso estado”
César Messias, vice-governador

“Foi muito feliz a ideia de trazer essa biblioteca, como ela foi concedida. Ela traz todos os pensamentos e estilos, dos antigos aos modernos, um espaço de todas as religiões, credos e raças”
Marlúcia Cândida, primeira-dama do estado

“Eu aprendi a ter muito respeito pelos livros. Na ditadura ei vi livros sendo destruídos. Agora vivemos numa democracia e os livros representam luz em nossas vidas”
Nazareth Lambert, subchefe da Casa Civil

“O padre Trindade alimentava nossa alma com vários conselhos bons. Agora, é a biblioteca, que tendo esse nome vai alimentar nossa alma”
Perpétua Almeida, deputada federal

“A biblioteca não é só para vir ler. É multifuncional, polifônica. Para as famílias, desde os jovens aos idosos. Vamos ser um estado se tecendo numa grande rede”
Clodomir Monteiro, presidente da Academia Acreana de Letras

Galeria de imagens

Mais notícias